5 passos para decorar seu ambiente com seu estilo!

Atualizado: 24 de mar.


Iniciar uma transformação em nosso ambiente é uma tarefa simples, porém quando vamos por a mão na massa, minha nossa!! é que a confusão na mente aparece e não sabemos por onde começar. Temos todas as informações na mente, porém em uma desordem total rsrsr não é mesmo??


Para ajudar nesse processo montei um passo a passo com as 5 principais etapas do planejamento de decoração para te auxiliar nesse momento desafiador e maravilhoso ao mesmo tempo!


1- Montar e responder seu Briefing -


Com base no seu estilo de vida e nas suas necessidades atuais – Um questionário para entender quais são as suas necessidades e desejos e de cada familiar definindo o “como” você gostaria de usar o espaço e “porquê” de cada cômodo/espaço da casa e etc .


Entender seu perfil e das pessoas que moram com você. Identificar quais atividades você gostaria de fazer em cada espaço e não consegue o que te incomoda no ambiente e que não funciona, o que poderia existir em cada espaço.


Por exemplo, se você gosta muito de ler na sala, então o que não pode faltar nela é um espaço para a leitura, não é mesmo? Ou ainda, se você gosta muito de cozinhar, o melhor a fazer é focar-se na cozinha e na sala de jantar, certo?


Sendo assim, pense primeiro no que mais gosta de fazer em sua casa, pois esse vai ser o seu objetivo principal na decoração. Depois, reflita o que gosta de fazer em cada cômodo.



2- Analise do Ambiente-


A analise do ambiente vai te direcionar e orientar sobre o que precisar fazer e como aproveitar bem o espaço- ver dimensões, elementos arquitetônicos, o que pode ser ou não ser aproveitado, pontos elétricos e hidráulicos. Uma boa dica é fotografar o ambiente para analise com mais calma.


Você pode analisar também o que da sua casa que você já tenha e pode ser aproveitado. O que pode ser feito é dividir o que você já tem em quatro grupos: ficar, reformar, doar e vender.


Pense que um móvel que não serve mais em um local, pode ser útil em outro. Se caso for reformar, verifique o que o ambiente precisa e/ou o que te incomoda nele como exemplo uma nova pintura ou um novo revestimento, acrescentar alguns acessórios decorativos, colocar uma cortina e etc.


3- Pesquise e analise suas referências, (esquema de cores, materiais, mobiliários, composições) –


Faça pesquisas, busque por referências, na internet, ler livros, revista sobre assuntos inteirar-se das tendências.


Observe, nas imagens desses materiais, como se formam a composição dos ambientes, repare nos detalhes e colecione suas referências da forma que você achar melhor, vale recortar revistas, juntar amostras, salvar as imagens em uma pasta, montando assim seu painel de inspirações/moodboard.


Com base no seu painel de inspirações/moodboard você já terá uma ideia do que curte e o que funciona melhor para você no qual lhe ajudará a montar com mais precisão e riqueza de detalhe o que você deseja para seu ambiente e economizar dinheiro na sua decoração/ reforma.


Depois com calma analise o porquê você escolheu cada imagem, algumas perguntas podem ajudar, como por exemplo:


• Quais são as cores que mais gostei? cores quentes ou frias, claras ou escuras?

O tipo de iluminação?

• O que me chamou a atenção nesse ambiente? Quais os móveis que eu achei mais curiosos, legais, ou adequados?


• Gostei mais de ver carpetes ou pisos frios? Azulejos ou pastilhas?

Não fique triste, caso ainda não saiba todas as resposta para suas perguntas, aos poucos você vai conseguir identificar seus gostos e desejos. O importante é não desistir e quanto mais você vai se conhecendo e entendendo qual significado da casa para você, ficar mais fácil tomar as decisões.


A partir do momento em que nos questionamos, passamos a ter uma ideia melhor do que queremos. Se você conseguir excluir, pelo menos, os itens que não gostou ou detestou, já terá dado um grande passo para o sucesso de sua decoração.


4- Desenhe seu ambiente –


Depois das informações coletadas no passo 1 e 2 elas devem ser organizadas para montagem e desenho do espaço, pois isso te ajudará a ter um melhor aproveitamento possível e identificar uma boa circulação (fácil acesso, sem zig-zags e canelas roxas).


Dica: Tenha uma caderno especifico para reforma/decoração do seu ambiente, faça check-list e anote sempre todos os detalhes, observações e os passos a passo.

Você pode fazer o desenho do seu ambiente de duas formas:


1- Desenhando uma planta baixa do ambiente – usando papel quadriculado/branco, ou com um escalimetro testando diferentes layouts, posicionando primeiro os maiores móveis do ambiente e o que deve ficar.


Sempre com atenção a circulação do espaço, analisando em como as pessoas vão se movimentar pelo ambiente, ver janelas, portas, insolação, pontos elétricos, e hidráulicos, vigas, pilares e etc.


Analise medidas, tamanho dos móveis em relação ao ambiente, detalhes proporção e distribuição dos móveis.


Obs: quanto mais layout fizer mais ideias aparecem.



2- Usando a fita crepe - reproduzindo exatamente as dimensões do ambiente e dos móveis. Isso dará uma boa noção da melhor disposição dos objetos.

Visualizando o espaço que a peça vai ocupar, verificando circulação e etc. Nas duas formas é importante simular o que você não tem com caixas, cadeiras e etc. e circular pelo espaço para ver ser funciona.


Dica: pesquise imagens com soluções existentes para um problema parecido com seu. Liste os prós e contras e escolha o melhor caminho.



5- Defina sua paleta de cores


Decida qual atmosfera você quer que a decoração transmita no ambiente - Uma atmosfera vibrante, alegre, descontraído, que estimule a interação. Ou prefere um clima mais intimista e aconchegante para relaxar e repor as energias, com efeito, mais calmante e refrescante.


Lembre-se que as cores também aparece nas paredes, nos revestimentos, móveis e objetos, quadros e acessórios. Exemplo se estes são em tons ou cores neutras, você pode introduzir as cores nos objetos e acessórios.


Para quem está começando o ideal é manter uma paleta com poucas cores, com duas ou três, pois fica mais fácil de gerenciar, mas isso não significa engessar a cor na sua decoração, pense nas riquezas dos tons de cada cor e use em seu ambiente.


Descubra a porcentagem de cada cor que lhe agrada. O equilíbrio entre elas é o segredo dos esquemas perfeitos.


Dica: - Se tiver dúvida na hora de montar sua paleta de cores - observe a natureza ela pode ser uma grande aliada!!


Veja também -


Decorar ! Dicas, Planejamento e Organização

Peguei as chaves do meu ApÊ! E agora - Reforma/Decoração


E então ansiosa (o) para transformar seu ambiente??


Abraços e obrigada pela visita!



Você quer decorar seu ambiente como um Designer de Interiores? Ter a liberdade e independência com um olhar mais profissional para decorar seu ambiente sempre que desejar?


Então conheça o curso Decore Seu Ambiente! Clique no banner abaixo e saiba mais







20 visualizações0 comentário